Atualmente, gamers não querem apenas se divertir. O desenvolvimento da indústria de jogos, de acordo com relatórios da NewZoo, atingirá mais de 90 bilhões de dólares neste ano, e seu valor para os consumidores cria um público altamente exigente que não aceita uma experiência ruim.

Ao longo dos últimos anos, a tecnologia permitiu gráficos e processamento melhores, que levaram a indústria a experiências mais imersivas e realistas. Com isso, os jogos alcançaram um patamar totalmente novo, e em breve transportarão os jogadores a um mundo além do navegador, cheio de possibilidades como Realidade Virtual (RV) e configurações mais realistas.

Com a chegada dos monitores 4K ao mercado, houve um aumento na qualidade de gráficos. A tecnologia está começando a se disseminar conforme o preço inicial cai e há mais conteúdo disponível. Isso também crescerá com a tecnologia 8K, que já está começando a tomar forma para os próximos anos. O fato é que cada novo avanço em qualidade faz com que os consumidores desejem mais, e não é apenas questão de aparências, mas da experiência como um todo.

Cada vez melhor

Jogadores hardcore e e-atletas podem ser os primeiros a aproveitar a melhoria na experiência de jogos, mas todos os consumidores monitoram e exigem isso, seja jogando ou assistindo a streamings e campeonatos. O Twitch, por exemplo, tem 1,5 milhão de transmissores únicos por mês.

Juntamente com telas maiores e resolução mais alta, os jogadores querem o hardware necessário para acompanhar a nova tecnologia, processadores mais rápidos e memória maior para rodar os jogos facilmente, com capacidade total, e drivers especializados para manter a jogabilidade sem queda na taxa de quadros nem screen tearing.

A indústria precisa atender essas demandas e inovar para elevar ainda mais o padrão e ir além do que os jogos são hoje. O mercado de hardware de gráficos de computador (CG, computer graphics), de acordo com um estudo do JPR, valia US$ 120 bilhões em 2013 e deve ultrapassar US$ 149 bilhões até 2017.

Há mais de cinco empresas globais de tecnologia investindo em dispositivos de RV, por exemplo, alguns a serem lançados no mercado no início de 2016. E isso é apenas uma amostra dos novos desafios que os desenvolvedores de jogos terão no futuro próximo.

As principais empresas estão se juntando e continuarão investindo, trazendo novos recursos, dispositivos e jogos que levarão os consumidores a experiências imersivas cada vez mais próximas da realidade. A importância do aperfeiçoamento de gráficos e processadores, com uma taxa de quadros estável e resolução que garanta uma experiência realista e confortável, fará com que os melhores desenvolvedores de jogos do mundo busquem novas possibilidades. E isso os ajudará a prosperar conforme o mercado, que continua crescendo.

*Artigo escrito por Roberto Brandão, Diretor de Canal para América Latina da AMD e Diretor Geral e Country Manager da AMD Brasil.