De acordo com o CNN Money, Taylor Rosenthal, de 14 anos, rejeitou uma proposta de US$ 30 milhões (cerca de R$ 108 milhões) para vender sua ideia de startup: uma máquina de venda automática de produtos para primeiros socorros.

Conhecido como o CEO mais novo dos Estados Unidos, ele afirma que só poderia considerar uma oferta acima de US$ 50 milhões. A visão do jovem empreendedor não é nenhuma ilusão, visto que sua ideia já recebeu investimentos totais de US$ 100 mil.

Sua empresa RecMed surgiu em 2015 durante um projeto para o colégio. Ao perceber a dificuldade que tinha em encontrar curativos quando se machucava jogando beisebol, o garoto imaginou que seria uma boa ideia oferecer produtos farmacêuticos simples em máquinas parecidas com as de refrigerante.

O conceito da RecMed fica ainda mais claro em um vídeo estrelado pelo próprio Rosenthal. Utilizando como exemplo um parque de diversões, ele explica que muitas crianças acabam se machucando ou passando mal durante o passeio. Desse jeito, em vez de os pais perderem o precioso tempo atravessando o parque para chegar à enfermaria, bastaria visitar uma máquina da RecMed para conseguir um curativo ou remédio para enjoos.

Cada máquina da RecMed é vendida por US$ 5,5 mil. De acordo com informações divulgadas, a maior rede de parques temáticos do mundo, a Six Flags, recentemente fechou um pedido de 100 máquinas, totalizando o valor de US$ 550 mil (quase R$ 2 milhões).