Patrocinado pelo Bank of America Merrill Lynch, o BrazilLAB acaba de abrir as inscrições para a segunda edição de seu programa de aceleração de startups que trabalhem para solucionar desafios do setor público. Nesta edição, serão avaliadas empresas que estejam desenvolvendo projetos nas áreas de equilíbrio fiscal, agricultura urbana e comunicação.

O evento de lançamento do BrazilLAB acontecerá no próximo dia 10 de maio em São Paulo, e contará com a presença de Filipe Sabará (Secretário de Assistência e Desenvolvimento Social na Prefeitura de São Paulo), Luiz Felipe d’Avila (diretor-presidente do Centro de Liderança Pública) e Denise Yagui (diretora executiva da Fundação BRAVA) - sendo que os debates serão mediados por Letícia Piccolotto, fundadora e CEO do BrazilLAB.

O principal tema das palestras será “Empreendedorismo e Governo: como essa parceria pode transformar o nosso país?”, e o programa (que é o único hub de inovação que conecta empreendedores ao poder público) oferecerá mentoria, workshops, networking, visitas em campo e participação em rodadas com investidores para as startups vencedoras, que também serão agraciadas com um prêmio financeiro.

No ano passado, a primeira edição do projeto contou com mais de 600 startups inscritas. Desse total, 11 foram selecionadas para participar do laboratório, que focou em projetos voltados para educação, sustentabilidade ambiental e saúde. As empresas finalistas já vêm trabalhando em parceria com prefeituras (como a de Santo Antônio do Pinhal, Botucatu e Salvador) para que suas ideias inovadoras sejam postas em prática.

A segunda edição do BrazilLAB já está com vagas abertas, e os interessados têm até o dia 05 de julho para se inscrever no site do programa. Serão selecionados 10 projetos, que participarão de quatro ciclos de atividades presenciais entre setembro e dezembro deste ano.